By

Visita dos Arautos à Associação e Comunidade Terapêutica Miguel Arcanjo

O Discípulo Amado, São João, no seu Evangelho nos convida à realização de obras de amor ao próximo, como manifestação visível do amor de Deus. Por isto, quando vemos o irmão sofrendo necessidade, devemos, com o coração aberto, amá-los de verdade e com atos (cfr. Jo 1, 17-18).

É neste espírito, pelo favor de Nossa Senhora, que os Arautos do Evangelho visitaram a instituição AMAR – Associação e Comunidade Terapêutica Miguel Arcanjo (Viana, ES), no corrente mês de outubro.

Na ocasião foram levados mantimentos doados por pessoas generosas e, sobretudo, a palavra amiga e cheia de esperança na bondade de Deus.

Como auge deste verdadeiro convívio, foi celebrada a Eucaristia, pelo Padre Cristian Bitencourt, EP, com a animação litúrgica feita pelos Arautos e participação ativa dos visitados.

Após a Santa Missa, todos se serviram de um lanche, em meio à animada conversa.

Sem dúvida, esse dia foi inesquecível, tanto para os residentes da casa do Projeto AMAR quanto para os Arautos, pois quando o apostolado é feito com os olhos postos em Deus, se realizam as palavras do Salmista: “Oh, como é bom, como é agradável para irmãos unidos viverem juntos” (Sl 132, 1)

 

 

 

 

 

14 Responses to Visita dos Arautos à Associação e Comunidade Terapêutica Miguel Arcanjo

  1. Vania says:

    Realmente é gratificante fazer o bem ao próximo. Amar o próximo como a nós. Aproveitando para dizer que a necessidades de se manterem e muito grande, principalmente alimentação. Vamos ajuda-los nesta luta para vencer… Salve Maria!

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssima d. Vânia, quando pela graça de Nosso Senhor, amamos verdadeiramente a Ele, o Espírito Santo nos inspira a fazer o bem que está ao nosso alcance e com generosidade. Peçamos a Nossa Senhora que nos obtenha graça de sempre estarmos abertos para o amor ao próximo, pois são nossos irmãos.

  2. Marly says:

    Em Mateus 9, 11-13, Jesus diz: ““Os sãos não necessitam de médico, mas sim, os doentes. Portanto, ide aprender o que significa isto: ‘Misericórdia quero, e não sacrifícios’. Pois não vim resgatar justos e sim pecadores’”.
    Assim nossa igreja nos ensina o quanto devemos ser caridoso com os que precisam. Neste ato do Padre Christian ( dos Arautos do Evangelho) vemos a representação de Jesus Cristo, como se é de esperar de um cristão verdadeiro, me orgulho de ter um representante de Cristo tão autêntico como o meu pároco; Deus o abençoe, proteja e o ilumine Padre Christian.

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssima D. Marly, a caridade é das mais belas virtudes cristãs, e quando a praticamos em relação ao próximo, nele vemos a presença de Nosso Senhor. Nisto está, como diz o Divino Mestre, toda a lei e os profetas: o amor a Deus e ao próximo.

  3. Igor De Lazari Dessaune says:

    Comovedor essa visita à Comunidade Amar.
    Ação evangelizadora muito edificante!
    Que atenção católica dada a eles. Vê-se bem como houve um convívio carregado de Graças e Bênçãos
    Parabéns aos irmãos Arautos, são exemplos a seguir!

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssimo Igor, “quando dois ou mais estiverem reunidos em Meu nome, Eu estarei no meio deles”. Aqui está a razão do convívio carregado de bênçãos.

  4. Simone Salmaso Borges says:

    Belíssimo trabalho!
    Maior que a carência material, é a carência espiritual. É gratificante ver esse tipo de trabalho que os Arautos fazem principalmente com os carentes espirituais.
    Que Nossa Senhora os ajude!
    Salve Maria!!

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssima D. Simone, de fato, todas as obras de misericórdias são fundamentais, e devemos atender especialmente aos carentes espirituais, sem menosprezar a caridade quanto aos bens materiais.

  5. Maria Luiza Seth says:

    Me parece que o que leva os Arautos a serem tão bondosos com os carentes é que entenderam bem a palavra de Jesus “toda vez que fizerem algo a um desses pequeninos é a mim que o fazeis”. Mais uma vez fico encantada com os Arautos. Jesus e Maria os abençoe. Maria Luiza

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssima Maria Luiza, fazer tudo por amor a Jesus ao nosso próximo, é propriamente o mandamento de Nosso Senhor. E na realidade, todos somos de alguma maneira pequeninos, pois contingentes. Quando assim nos amarmos, em função de Nosso Senhor, a terra parecerá um pouco do Céu. Muito obrigado pelas palavras tão animadoras e suas orações.

  6. José Nunes Cavalcante says:

    Várias pessoas falaram-me sobre as visitas que os Arautos do Evangelho faz aos carentes e fiquei sensibilizado realmente. Me chamou atenção especialmente o aspecto de ajuda espiritual pois vale mais que a simples ajuda material. É essa ajuda espiritual que faz falta hoje,pois o que adianta estar bem assistido materialmente se a pessoa insiste em ficar longe de Deus e de Maria. Mais uma vez parabens aos Arautos. Isso sim é “levar Jesus às periferias”. Abs. José Nunes

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssimo José Nunes, existe de fato uma carência espiritual, além da material, e daí porque devemos “levar Jesus às periferias”. Tem razão quando diz que esta ajuda espiritual é a que faz falta hoje, e há aqueles que são “órfãos” no sentido espiritual e precisam muito que se lhes leve Jesus e sua Mãe Santíssima. Agradecemos suas palavras de estímulo a estas obras de misericórdia, especialmente as espirituais.

  7. Lucio Mendes says:

    Infelizmente quando se fala em atender aos carentes muitos pensam só no material esquecem o mais importante, o espiritual ou mesmo o simplesmente “não material”. Quando estive presente a uma visita semelhante dos Arautos a um hospital (Santa Casa) o que mais me impressionou foi o consolo que trouxeram. Que Jesus os conserve sempre assim. Isso é ser Igreja, é amar o próximo por amor de Deus. Deus os abençoe. Lucio

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssimo Lucio, pode-se dizer que estamos vivendo dias onde a carência do espiritual está cada vez mais se acentuando e por isto quando fazemos uma visita a um hospital, levamos alguma palavra de esperança, fundada em Nosso Senhor e Sua Mãe Santíssima, as pessoas ficam confortadas e animadas, como que começam a “viver” realmente. Contamos com suas orações para que todos os Arautos cresçamos no amor ao próximo, e incansáveis no apostolado. Muito obrigado.