By

A gota d’água no cálice

Você já deve ter observado que, na preparação do Ofertório na Missa, o sacerdote, após colocar o vinho, coloca também um pouco de água? Por que faz isso?

Tudo que a Igreja estabelece para a Liturgia tem um sentido. No caso, a gota d’água representa os nossos sacrifícios. Assim, ao pronunciar as palavras da Consagração do vinho, a água que, de si, não seria matéria para a Eucaristia, unida ao vinho no qual se integrou, passa fazer parte do vinho consagrado, ou seja, a Eucaristia.

O mesmo se dá com nossos sacrifícios ou sofrimentos que, unidos aos de Jesus, passam a ter um valor altíssimo. O sofrimento em nós se torna divino, quando sofremos unidos ao sofrimento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Muitas vezes esses sacrifícios nos vêm para manter-nos fiéis no amor a Deus, no cumprimento dos Mandamentos, etc.

Essa foi a temática do Retiro espiritual para os Cooperadores e simpatizantes dos Arautos do Evangelho de Vitória que teve lugar nos recentes feriados.

Foi palestrante o Sr. Sérgio Ueda, arauto, e atendeu as confissões o Pe. Antônio Coluço, EP, que também celebrou as Missas. Participaram 36 pessoas e foi realizado no Instituto Espírito Santo de Inovação Social (IESIS).

TESTEMUNHOS

É interessante conhecer o testemunho de alguns participantes. O primeiro deles traz também um apanhado sobre o Retiro:

— “Foi uma graça muito grande, concedida por Nosso Senhor Jesus Cristo, através do seu infinito amor, quando fomos chamando a participar do 2ª Retiro Espiritual para Cooperadores e Famílias dos Arautos do Evangelho no Espírito Santo.

A programação foi preparada com muito entusiasmo e desejo de trazer o máximo de benefícios às almas dos participantes.

Meditação, contemplação, espírito de recolhimento: Eu e Deus.

Silêncio… Abríamos os lábios somente nas Missas, ao rezarmos o Santo Rosário ou na Adoração ao Santíssimo Sacramento.

Foi um ‘flash’ constante e também grande ocasião em que, com as luzes do Divino Espírito Santo, falando no íntimo de nossos corações, nos foi permitido investigarmos a nossa alma, analisando a nossa vida, os nossos atos, identificando os nossos pontos fracos e assim, através do Sacramento da Confissão, termos nossas culpas apagadas com um firme propósito de conversão.

Duas Missas diárias, Adoração, Exposição e Benção do Santíssimo, oração do Rosário, Confissões, refeições com leituras da vida de grandes Santos como Santa Elizabeth da Trindade e um pregador inspirado pelo Espirito Santo, encheram nossas Almas do mais puro desejo de santidade e de nunca abandonarmos a nossa fé, pois o mais importante é chegarmos a eternidade juntos a Nosso Senhor e Nossa Senhora”.

— “Agradeço a Deus e a Nossa Senhora  por participar do Retiro, pois no silencio, consegui ouvi a voz de Deus e tive as repostas que afligiam o meu coração. Deus é muito bom!”

— “Agradecimento. Foram dias muito importantes em minha vida”.

— “Agradecimento. Foi um aprendizado que jamais irei esquecer”.

4 Responses to A gota d’água no cálice

  1. Aliceia Maria de Cristo costa says:

    Foi tão maravilhoso que Nem tenho como descrever hoje posso dizer que sou outra pessoa .
    E aprendi que as nossas cruzes São para nós levar a purificação da alma,e agora só tenho a agradecer a Deus e não reclamar.

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssima Aliceia, esta disposição de alma de não reclamar das dificuldades da vida e as oferecer a Nosso Senhor, por Maria, é dos melhores frutos do retiro espiritual. Que a Providência divina a abençoe e a faça perseverar neste propósito.

  2. Priscila Solon says:

    Eu sou muito grata por ter participado deste momento, com essa FAMÍLIA que eu tanto AMO !!! De fato foi FENOMENAL, uma experiência que jamais irei esquecer!!! SALVE MARIA 💙 (Priscila Solon)

    • Adilson Costa da Costa says:

      Caríssima D. Priscila, é propriamente o que se passou com todos. Jesus por meio de Maria Santíssima tocou nossos corações tão profundamente, com tanta bondade e nos convidando para darmos mais no amor a eles, que sempre nos lembraremos deles, a nos animar nas alegrias e nos sofrimentos. Salve Maria.