By

Atitudes e temperamentos

Para quem analisa as atitudes dos outros – ou a própria… – percebe que, diante da mesma circunstância, as reações são diferentes. E é comum dizer para si mesmo: “É o jeito dele”.

Um dos componentes do “jeito dele” é o temperamento. Seria útil conhecermos um pouco desse componente tão determinante no agir das pessoas. Tanto mais quanto pode nos levar a melhor considerar atitudes em pessoas com diferentes temperamentos: o que em alguém é desculpável, necessariamente não o será em outra. Read More

By

Santa Maria, que beleza!

Era o ano de 1541, época de descobrimentos e conquistas no Novo Mundo, quando arribava na Ilha de Santa Catarina, sul do Brasil, Alvaro Núñez Cabeza de Vaca, fidalgo espanhol recém-nomeado governador do Rio da Prata. Intrépido e ousado, decidiu continuar por terra a viagem até Assunção, no Paraguai. Isso significava percorrer ermos não assinalados nos mapas, transpor rios caudalosos e altas montanhas, embrenhar-se em matas virgens habitadas por tribos hostis. Vencendo todos os obstáculos, ele e seus 240 homens fizeram o percurso em quatro meses e nove dias. Read More

By

Origem da árvore de Natal

O pinheiro — sempre verde — tendo em seus galhos luzes e lindas bolas coloridas e reluzentes lembra o Natal, logo à primeira vista. Por que?

Para entendermos a rápida narrativa que segue, lembro-me de uma expressão cheia de sabedoria: “A lenda expressa o que a alma dos povos gostaria que tivesse acontecido, que está na linha do que aconteceu de fato”.

Qual a lenda da árvore de Natal?

Read More

By

No coração do homem, a inscrição de Deus

Imaginemos a cozinha onde a mãe termina de enfeitar um bolo. Enquanto isso, o filhinho acompanha, fascinado pelas cores e pelo delicioso aroma. Concluído o serviço, ela guarda na geladeira e avisa:

— Agora vou sair, e você não toque neste bolo, pois é para o aniversário de seu irmão!

Read More

By

Angelus ao por do sol

Como muitos sabem, os três mosqueteiros eram quatro…

Poucos, porém, conhecem outras obras igualmente agradáveis e atraentes do mesmo autor, Alexandre Dumas. Este literato francês do século XIX, não teve uma vida caracterizada pela piedade, mas arrebatou imaginações com seus romances de capa e espada. E foi, por sua vez, arrebatado, pela beleza da oração do Angelus ao pôr do sol. *⁾ Consegue ele pôr em palavras os imponderáveis maravilhosos da cena na descrição a seguir.

Read More

By

Do xadrez a Deus

Xeque ao rei!

Mas o adversário saiu-se bem. Em poucos lances era ele que vencia a partida.

Read More