By

Confiança! Eu venci o mundo!

Nos dias conturbados em que vivemos, às vezes sentimo-nos como os Apóstolos na barca em meio à tempestade e, como eles, todo tipo de receio nos vem à mente. Esquecemo-nos, entretanto, que na nossa “barca” está Jesus e, se confiarmos, nada nos acontecerá, ou se acontecer Ele será o nosso Cireneu, ajudando-nos a carregar a cruz.

Certamente repetirá para nós: “Confiança, confiança”, como em várias passagens do Evangelho. Essa palavra divina, saída de seus lábios adoráveis, vibrante de ternura e de compaixão dissipará nossos temores por mais fundados que pareçam.

É no sentido de levar-nos à confiança que o vídeo abaixo está posto.

(clique na imagem)

 

Ilustrações: Arautos do Evangelho, pixabay.

By

A gota d’água no cálice

Você já deve ter observado que, na preparação do Ofertório na Missa, o sacerdote, após colocar o vinho, coloca também um pouco de água? Por que faz isso?

Read More

By

Menino Jesus, vem!

Num dos países da Europa Oriental, ainda sob ocupação russa após a II Guerra Mundial, ocorreu um fato, na época muito comentado. Os anos passaram e o mesmo deve ter caído no esquecimento. Lembro-o aqui.

Read More

By

A meta mais ousada da História

Quantos se acham “já bem bons” e vão levando uma vida “acomodada”, julgando estar realizando o plano que Deus tem para com ele… Qual é a meta de perfeição, o limite com o qual Deus estará contente? Mons. João Clá, Fundador dos Arautos do Evangelho nos abre os olhos a esse respeito no texto a seguir.
.
.

Read More

By

Confiança!

Conheço inúmeras pessoas que leram o LIVRO DA CONFIANÇA (*) e constatei: não há uma que não o considere como um dos livros marcantes em suas vidas.

Há, entre muitos outros, o caso de um jovem de dezesseis anos que recebeu o livro de presente e, ao ler o parágrafo inicial não parou mais até concluir a leitura. Conheço de perto este jovem — agora já homem maduro — e posso afirmar ter sido essa leitura decisiva na sua vida. Aliás, ele mesmo o afirma. Read More

By

O que faço por Ele?

Em várias aparições ao longo de dois anos, a partir de 1673, o Divino Salvador revelou a Santa Margarida Maria Alacoque a devoção ao seu Sagrado Coração. E o que anunciou Ele nessa oportunidade? Punições, ameaças? Quão merecidas seriam! Read More