By

São Domingos de Gusmão e a origem do Santo Rosário

 

Acervo Revista Arautos do Evangelho

São Domingos de Gusmão, cuja festa hoje celebramos, foi o varão escolhido por Deus para a insigne graça de receber o Santo Rosário das mãos da Virgem Santíssima.

O fato se deu em 1214, na França, na cidade de Toulouse, quando o santo orava e fazia penitência pelos pecados dos homens, obstáculo para a conversão dos albigenses. Domingos passou três dias e três noites rezando e macerando o seu corpo com o objetivo de aplacar a cólera divina. Quando parecia morto pelas disciplinas, Nossa Senhora lhe apareceu acompanhada de três princesas celestes. Com sua voz materna, disse-lhe:

– “Sabes tu, meu querido Domingos, de que arma se serviu a Santíssima Trindade para reformar o mundo?”

– Ó Senhora, respondeu ele, Vós o sabeis melhor que eu, porque depois de vosso Filho, Jesus Cristo, fostes o principal instrumento de nossa Salvação.

Acervo Revista Arautos do Evangelho

Disse-lhe Maria Santíssima:

– “Sabei que a peça principal da bateria foi a saudação angélica, que é o fundamento do Novo Testamento; e portanto, se queres ganhar para Deus esses corações endurecidos, reza meu saltério”.

Após a aparição, São Domingos entrou na Catedral de Toulouse, enquanto os sinos tocavam sem intervenção humana, para reunir os fiéis.

Quando o santo começou a pregar, uma espantosa tormenta desatou, houve tremor de terra, o sol se velou, ouviam-se terríveis trovões e relâmpagos. Uma imagem da Virgem levantou três vezes os braços para pedir a Deus justiça para aqueles que não se arrependessem e recorressem à Sua proteção.

São Domingos orou e, por fim, cessou a tormenta. Pôde ele, então, continuar sua pregação, e com tal zelo e fogo, que os habitantes da cidade abraçaram quase todos a devoção ao Santo Rosário. Em pouco tempo, viu-se uma substancial mudança na vida das pessoas.

São Domingos de Gusmão fez desta fundamental prática de devoção mariana um eficaz instrumento para suas próprias necessidades, e usou-a com enorme fruto enquanto método de pregação.

Os benefícios do Rosário de tal forma enriqueceram a vida da Igreja, que Papas, Santos e Doutores incentivaram a sua prática com especial empenho. Abaixo transcrevemos alguns comentários:

Acervo Revista Arautos do Evangelho

– São Pio X, Papa:

“O Rosário é a mais bela de todas as orações, a mais rica em graças e a que mais agrada a Santíssima Virgem”.

– Santa Rosa de Lima:

“O Rosário contém todo o mérito da oração vocal e toda a virtude da oração mental”.

– Santa Teresa de Jesus, Doutora da Igreja:

“No Rosário encontrei os atrativos mais doces, mais suaves, mais eficazes e mais poderosos para me unir a Deus”.

– Santo Afonso de Ligório, Bispo e Doutor da Igreja, Fundador dos Redentoristas:

“O Rosário é a homenagem mais agradável à Mãe de Deus”.

“Temeria a minha própria salvação se ficasse um só dia sem recitar o Santo Rosário”.

– São Pio V, Papa:

Terciários dos Arautos, rezando o Santo Rosário

“O Rosário incendiou os fiéis de amor, e deu-lhes nova vida”.

– Santo Antônio Maria Claret, Fundador dos Claretianos:

“Felizes as pessoas que rezam bem o santo Rosário, porque Maria lhes obterá graças na vida, graças na hora da morte e glória no Céu. Nunca será considerado um bom cristão, quem não reza o  Rosário”.

– São Francisco de Sales, Bispo e Doutor da Igreja:

“O Rosário é a melhor devoção do povo cristão”.

– São Carlos Borromeu:

“O Rosário é a mais divina das devoções”.

 

*Texto extraído de Apostolado do Oratório – Arautos do Evangelho, publicado originalmente a 7 de outubro de 2013, com pequenas adaptações.

Conheça a vida dos Santos, clique aqui e acesse a plataforma Reconquista.

 

By

De onde vem nossa força?

Santo Inácio de Loyola

Um fato ocorrido no fim da vida de Santo Inácio, grande devoto de Nossa Senhora, nos faz ver duas coisas fundamentais para sermos verdadeiros filhos de tão santa Mãe. Para quem deseja ser filho predileto de Maria, consagrando-se com escravo de amor conforme ensina São Luís Grignion, o fato tem suma importância. Read More

By

Graça na véspera

Aconteceu como Nossa Senhora muitas vezes faz acontecer: dá a graça na véspera. No caso concreto, domingo dia 26 de novembro, véspera da comemoração de Nossa Senhora das Graças, um novo grupo de pessoas se consagrou a Jesus pelas mãos de Maria conforme o método de São Luís Grignion de Montfort.

Read More

By

No Centenário da Mensagem de Fátima: qual a atitude do mundo perante a advertência da Mãe?

Saber interpretar o tempo presente, e entender os sinais: eis a advertência que o Divino Mestre fez às multidões. Sabiam elas interpretar o aspecto da terra e do céu, porém não entendiam os sinais da Providência (cf. Lc 12, 54-56).

Somos nós também convidados a discernir e compreender os sinais que Deus nos envia ao longo da história da humanidade, com vistas a fazermos Sua vontade.

Celebramos o Centenário das aparições de Nossa Senhora em Fátima aos três pastorzinhos. Sabemos nós compreender o significado da Mensagem que a Mãe de Deus fez a cada um de nós? Qual foi a resposta do mundo ao mais extraordinário acontecimento do Século XX e que encontra sua atualidade em nossos dias? Read More

By

Confiança, portanto

Na mídia e nas redes sociais pululam as notícias dos incêndios florestais que já atingem vários países — Estados Unidos, Portugal, Espanha, etc. Segundo as próprias fontes das notícias estes incêndio parecem ser em proporções ainda não vistas. Por outro lado, das mais variadas partes do globo chegam notícias de catástrofes; ora são furacões, tempestades tropicais, terremotos, vulcões, ameaças de guerra, atentados praticamente cotidianos, etc.

“O que estará acontecendo” — perguntam-se muitos

Read More

By

Maria, síntese do universo

Quando se observa uma bela pedra preciosa podemos ficar admirados com o fulgor de suas cores, o acerto com que foi lapidada, etc. Porém se esta mesma pedra estiver incrustada, por exemplo, no alto de uma coroa, vemos que ela ganha em significado e se compreende melhor seu valor por ter sido colocada naquele lugar. Na ilustração que abre este post, a pedra preciosa colocada no centro da cruz, no alto da coroa ganhou muito em ter sido colocada ali.

Esse fato material, natural, é por sua vez símbolo de uma beleza especial, já não material, mas espiritual.

(Veja o VÍDEO a seguir)

Read More